entidade promotora:

Engenho & Obra
 

CURSO DE FORMAÇÃO DE FORMADORES EM EDUCAÇÃO E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

OBJECTIVOS ESPECÍFICOS

  • Equacionar o papel do(a) educador(a)/formador(a) no Desenvolvimento Sustentável;
  • Estimular a importância da responsabilidade social dos indivíduos;
  • Explicitar o contributo do empreendedorismo social para o Desenvolvimento Sustentável;
  • Determinar os inputs e outputs da intervenção humana no meio ambiente;
  • Equacionar o papel das mulheres no desenvolvimento sustentável.

PROGRAMA, DATA, CARGA HORÁRIA E FORMADORES

Módulo

Data e Carga horária

Formadores(as)

Educação e Desenvolvimento Sustentável

24 de Janeiro
(Sábado) – 3h

Dra. Augusta Trigueiro

Educação e Conhecimento

24 de Janeiro
(Sábado) – 3h

Dr. José Augusto Alves

A Insustentável Leveza do Desenvolvimento Sustentável

27 de Janeiro
(Terça-feira) – 3h

Eng. Rui Basto

Empreendedorismo Social no Combate à Pobreza

29 de Janeiro
(Quinta-feira) – 3h

Eng. Alfredo Soares Ferreira

Aquecimento Global: Evidências e Custos

31 de Janeiro
(Sábado) – 3h

Eng. José Rocha e Silva

Sustentabilidade no Planeamento Urbano

31 de Janeiro
(Sábado) – 3h

Eng. Alfredo Soares Ferreira

As Mulheres e o Desenvolvimento Sustentável

03 de Fevereiro
(Terça-feira) – 3h

Dr. Flávio Martins

Ambiente e Desenvolvimento Sustentável

05 de Fevereiro
(Quinta-feira) – 3h

Eng. José Rocha e Silva

Avaliação da Formação

07 de Fevereiro
(Sábado) – 3h

Dr. Flávio Martins

 

DURAÇÃO TOTAL

27 horas

DESTINATÁRIOS

  • Jovens que frequentam os ensinos secundário e superior;
  • Professores(as) dos ensinos secundário e superior;
  • Formadores(as) de centros de formação profissional e de outras entidades formadoras;
  • Leitores(as) de Língua e Cultura Portuguesas;
  • Presidentes, directores(as) e técnicos(as) de intervenção social de instituições que actuam na área do desenvolvimento local e/ou regional;
  • Presidentes e técnicos(as) de intervenção social de autarquias;
  • Empresários(as) e directores(as) de empresas;
  • Directores(as) de associações empresariais;
  • Coordenadores(as) de associações de trabalhadores;
  • Directores(as) de associações industriais e comerciais.

PRÉ-REQUISITOS PARA A FREQUÊNCIA DO CURSO

NÃO SE APLICA
 

MODALIDADE DE FORMAÇÃO

Formação Inicial

FORMA DE ORGANIZAÇÃO DA FORMAÇÃO

Formação Presencial

METODOLOGIA DE AVALIAÇÃO DAS APRENDIZAGENS

Os(as) formandos(as) serão avaliados recorrendo-se a grelhas de observação.

NÚMERO DE FORMANDOS(AS)

20

DATA DE INÍCIO

24 de Janeiro de 2009

DATA DE TÉRMINO

7 de Fevereiro de 2009

HORÁRIO

As sessões às terças e quintas realizar-se-ão entre as 19h e as 22h. As sessões aos sábados realizar-se-ão das 10h às 13h e das 14h às 17h, com excepção da sessão do dia 7 de Fevereiro, que ocorrerá das 10h às 13h.

LOCAL DE REALIZAÇÃO

Instituto Superior de Engenharia do Porto (ISEP)
Rua Dr. António Bernardino de Almeida, 431
4200-072 Porto
(a formação decorrerá no Edifício H, na sala H210, sendo que a entrada para o edifício se faz pela Rua de S. Tomé)

 

FINANCIAMENTO   ENTIDADE FORMADORA ACREDITADA pela
 

 

PRÉ-INSCRIÇÕES

As pré-inscrições são efectuadas mediante o envio da Ficha de Pré-Inscrição devidamente preenchida, devendo a mesma ser acompanhada dos documentos nela explicitados, para o seguinte email secretariado@engenhoeobra.org ou para a morada Rua Dr. António Bernardino de Almeida, 431 Sala E202 4200-072 Porto, até dia 23 de Janeiro às 14h. Para qualquer esclarecimento, poderão contactar-nos para 22 834 05 83.

AVALIAÇÃO DA FORMAÇÃO

A Engenho e Obra – Associação para o Desenvolvimento e Cooperação ONGD realizou entre os dias 24 de Janeiro e 7 de Fevereiro do corrente ano, no âmbito do Projecto “Ao Sul…”, co-financiado pelo Instituto Português de Apoio ao Desenvolvimento, I.P. (IPAD), o Curso de Formação de Formadores em Educação e Desenvolvimento Sustentável. Da avaliação levada a cabo, constatou-se que a maioria das respostas dos formandos que responderam ao inquérito por questionário se concentraram nos graus de satisfação “Satisfeito(a)” e “Muito Satisfeito(a)”.

Os aspectos do curso perante os quais os formandos se posicionaram foram:

  • Definição dos objectivos,
  • Estruturação do programa,
  • Conteúdos do programa,
  • Utilidade dos conteúdos,
  • Alcance dos objectivos por parte dos formandos,
  • Motivação dos formandos para a aprendizagem dos conteúdos,
  • Participação dos formandos durante as sessões de formação,
  • Relacionamento entre colegas de curso,
  • Instalações onde decorreu a formação,
  • Equipamentos colocados à disposição para as sessões.

Para mais informação clique no link: Resultados da Avaliação