entidade promotora:

Engenho & Obra
 
   
   
   
   
   
Com o projecto “Ao Sul…” pretende-se promover a participação da população portuguesa na construção de sociedades mais abertas, reflexivas e capacitadas para intervir conscientemente em prol de causas promotoras de Desenvolvimento Sustentável.

Constituem pilares sustentadores deste Projecto a sensibilização da opinião pública portuguesa e a dinamização de grupos de trabalho, envolvendo a sociedade civil, as instituições públicas e/ou privadas e grupos-alvo considerados prioritários, de forma a conceber e a implementar acções concertadas de Educação para o Desenvolvimento (ED).

A existência de um estreito relacionamento entre membros da E&O e dirigentes africanos, com responsabilidades no âmbito da problemática do desenvolvimento sustentável, constituiu-se como um pressuposto indispensável e favorável à realização deste Projecto. Assim, e com base nos objectivos da E&O, emergiu a necessidade e a vontade de se partilhar experiências, preocupações e propor iniciativas.

Neste contexto, e partindo das realidades concretas, esta iniciativa apresenta-se como um instrumento relevante e facilitador da compreensão das realidades dos países “Ao Sul”, promovendo espaços de reflexão e de diálogo entre culturas, de criação de sinergias em prol da ED, alargando os espaços e os tempos de intervenção comunitária, combatendo e contrariando a tendência para a aceitação acrítica e a desvinculação das causas que geram as realidades.

Conscientes de que a mudança de mentalidades é um processo árduo e lento (mas possível), capacitar para a compreensão e percepção de realidades distintas implica, também, formar agentes/formadores que nas suas práticas sejam motores e promotores de ED.

Objectiva-se, ainda, que o “Ao Sul…”, numa dinâmica de desenvolvimento em espiral de complexidade crescente, crie oportunidades e responsabilidades na concepção e desenvolvimento de projectos futuros.